segunda-feira, 4 de julho de 2016

Estudo da OMS comprova que café não causa câncer.

Um painel de peritos influentes convocados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) concluiu que beber café regularmente pode contribuir para a prevenção de alguns tipos de câncer. Porém, os peritos também alertaram que esta bebida não deve ser consumida muito quente. Isto porque eles também concluíram que consumir bebidas muito quentes pode aumentar o risco de câncer no esôfago. Por isso, os especialistas orientam que as pessoas deixem o café ou o chá esfriarem um pouco antes de beberem. Em 2015, um time de especialistas reunido pelo governo dos Estados Unidos para traçar as novas orientações sobre alimentação ressaltou que haviam forte evidencias de que três a cinco xícaras de café não eram prejudiciais para a saúde e que o consumo moderado da bebida contribui para a redução do risco de doenças crônicas. Já um time de especialistas do World Cancer Research Fund International afirmou alguns anos atrás que o café contribui para a prevenção de uma série de tipos de câncer e que deveria ser consumido regularmente por pessoas com doenças crônicas no fígado, pois poderia diminuir o risco de morte dessas pessoas. O consumo moderado do café proporciona uma série de benefícios para a saúde. A bebida tem um efeito termogênico e por isso ajuda na perda de peso. Ela também tem ação estimulante e auxilia a diminuir dores de cabeça. Esta bebida previne algumas doenças neurodegenerativas, como Doença de Parkinson e Alzheimer, e diabetes tipo 2. O café ainda proporciona benefícios para o sistema respiratório. O café se destaca pelas boas quantidades de cafeína. Esta substância é importante porque tem um efeito estimulante sobre o sistema nervoso central e está associada à melhora no estado de alerta, na capacidade de aprendizado e resistência ao esforço físico. A cafeína também contribui para a perda de peso. Esta bebida possui outras substâncias benéficas como os ácidos clorogênicos que são responsáveis por grande parte da atividade antioxidante do café. Essa ação irá inibir inflamações e reduzir o risco de doenças cardiovasculares e outras doenças inflamatórias prolongadas. Além disso, o café têm potencial atividade antibacteriana, antiviral e anti-hipertensiva. A niacina, uma vitamina do complexo B, também está presente na bebida. Todas as vitaminas do complexo B estão associadas ao bom funcionamento do sistema nervoso.

Nenhum comentário: