quarta-feira, 29 de junho de 2016

Kinesio Taping usa bandagem elástica adesiva para tratar lesões

Praticamente todo atleta já sofreu uma lesão e nem sempre a recuperação foi tranquila. A Kinesio Taping é uma técnica que utiliza bandagens de elástico para exercer força e pressão nos músculos machucados. Ela é aplicada após a prática de algum exercício físico que tenha provocado lesões musculares simples ou graves, que exigem tratamento. Utilizada principalmente em consultórios de fisioterapia, a Kinesio Taping é uma alternativa não-invasiva, não-cirúrgica e que não faz uso de curativos ou bisturis. Uma pesquisa do Centro Universitário do Pará (CESUPA) descobriu que 55,6% dos atletas sofrem lesões musculoesqueléticas durante os jogos. Na amostra obtida pelos investigadores, foram apontadas as contraturas e contusões como as causas mais recorrentes dos machucados. Além disso, 13,3% precisaram recorrer a métodos cirúrgicos para tratamento. Com a Kinesio Taping é possível evitar esse tipo de procedimento. Desde 1970, a técnica é muito utilizada no Japão, seu país de origem. No Brasil, a aplicação das bandagens na recuperação de lesões é recente. O processo é bastante simples, consistindo na aplicação de fibras elásticas que exercem força de tração na pele. Assim, o corpo trabalha de forma natural para promover a cura, já que os músculos e a articulação permanecem mais estáveis, sem que a área comprometida se mova. Existem inúmeros benefícios na aplicação da Kinesio Taping. Um dos principais é a possibilidade de usar as bandagens em crianças, adultos e idosos, já que a técnica não é invasiva e não provoca efeitos colaterais. Além das lesões ocasionadas pelo esporte e exercícios físicos, o método pode ser usado no tratamento de doenças neurológicas, ortopédicas e outras patologias. O resultado da aplicação das bandagens inclui: correção das funções dos músculos, melhora no sistema sanguíneo e linfático, diminuição da dor, reposição das articulações que sofreram lesões, e alívio nas tensões musculares. É comum a aplicação da Kinesio Taping em consultórios de fisioterapeutas. São esses os principais profissionais da saúde que utilizam a técnica, sempre com a finalidade de complementar o tratamento principal. As fitas são colocadas nos pacientes por um período curto, geralmente de duas semanas. Com as bandagens elásticas, é possível manter a melhora obtida com as sessões de fisioterapia. Dessa forma, os resultados positivos que são alcançados não se perdem quando os pacientes realizam os movimentos que estimulam os sentidos e músculos, prevenindo que o quadro piore. Um estudo de 2014 da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo e da Universidade de São Paulo (USP) avaliou os resultados do uso das bandagens em tratamentos fisioterápicos. Segundo os dados obtidos pelos pesquisadores, as fitas devem ser usadas apenas como complemento a outros tratamentos, mostrando-se benéficas, mas apenas em um curto prazo, sem maiores evidências científicas que validem o uso contínuo.

Nenhum comentário: