terça-feira, 4 de novembro de 2014

Orgasmo ajuda a prevenir doenças físicas e mentais.

Uma sinfonia do cérebro" ou "um show de fogos artificiais". Estas são alguns dos termos usados pelos cientistas para se referir à resposta do cérebro ao momento do orgasmo. Mas embora o prazer proporcionado por essa sensação seja de conhecimento geral, quais são os benefícios para a saúde? Muitos dos problemas de cunho social ou profissional estão vinculados à insatisfação sexual. Por exemplo, a ansiedade é um dos transtornos mais relacionados com a ausência do orgasmo. Fisiologicamente, a descarga de muitas tensões que o ser humano acumula se produz por meio do orgasmo. Há alguns meses, cientistas da Universidade de Rutgers, no Estado americano de Nova Jersey, determinaram que o orgasmo ativa mais de 80 diferentes regiões do cérebro. Utilizando imagens de ressonância magnética do cérebro de uma mulher de 54 anos enquanto tinha um orgasmo, os cientistas descobriram que no ato quase todo o cérebro se torna amarelo, o que indica que o órgão está praticamente todo ativo. Os níveis de oxigênio no cérebro também refletem um espectro que vai desde o vermelho intenso até um amarelo claro, e isto tem um impacto em todo organismo. Há outros benefícios porque todo esse sangue oxigenado que flui pelo corpo chega aos microssensores da pele e vai para todos os órgãos. A saúde física e psíquica estão muito vinculadas à satisfação sexual proporcionada pelo orgasmo, o que o estudo da Universidade Rutgers parece comprovar. A pesquisa mostrou como a atividade cerebral iniciada pelo orgasmo se propaga por todo o sistema límbico, relacionado às emoções e à personalidade. Por isso que o orgasmo é uma parte essencial de uma personalidade sadia. Quando você não tem orgasmo toda essa energia fica represada e muitas vezes a ausência do prazer sexual torna a pessoa irritadiça, triste, rabugenta e até mesmo com dificuldades para sorrir. Agora confira 13 doenças que o sexo pode prevenir. 1) Estresse Para a nossa alegria, endorfinas mil são liberadas durante o sexo, fazendo com que você se sinta muito bem e alivie as tensões; 2) Coração Pesquisas comprovam que quem faz sexo duas ou mais vezes por semana diminui a tendência de desenvolver problemas cardíacos; 3) Memória Além de ser prazeroso, a sensação aumenta a circulação do sangue e transporta mais oxigênio para o hipotálamo – parte do cérebro responsável pela memória; 4) Depressão Aposto que essa você não sabia: um orgasmo é equivalente a 3 mg do sedativo diazepam, ou seja, a endorfina liberada durante o sexo ajuda os que tem problemas com a depressão; 5) Fertilidade Quanto mais o homem fizer sexo, de melhor qualidade vai ser seu esperma. 6) Dores Além da sensação de bem estar, a endorfina também traz sensações parecidas com a da morfina. Logo, a desculpa da dor de cabeça não cola mais. 7) Câncer de Próstata De acordo com pesquisas da universidade de Nottingham, homens com mais de 50 anos com vida sexual ativa têm menos chances de desenvolver câncer de próstata; 8) Imunidade Se você tem pelo menos duas relações sexuais por semana, seu sistema imunológico vai estar mais protegido do que o das pessoas que não transam. Pessoas sexualmente ativas têm, em média, 30% mais imunoglobinas; 9) Obesidade Sexo bem feito vale mais do que horas na academia, afinal exige esforço de ambos os lados. Uma pesquisa do WebMD constatou que 30 minutos de sexo queimam em média 85 calorias e também dá uma forma bonita à silhueta feminina; 10) Sono Chega de tomar um monte de remédios para dormir: além de ser grátis, o sexo ainda libera oxitocina no sangue, que faz o ser humano ficar sonolento e capotar; 11) Câncer de mama Ter os mamilos estimulados durante o orgasmo produz oxitocina – um hormônio que reduz a ansiedade e previne contra o câncer de mama; 12) Pele Enquanto você investe uma grana em produtos de beleza, sabia que durante a relação sexual, o hormônio dehidroepiandrosterona é liberado, reparando os tecidos e deixando a pele mais jovem? 13) Musculatura Além de ser um exercício ótimo para os músculos em geral, os da região pélvica são ainda mais beneficiados – no caso da mulher. A contração do períneo faz com que elas tenham mais prazer durante as relações sexuais.

Nenhum comentário: